Subscribe News Feed Subscribe Comments

Conheça – Bruna Longobucco

Conheça um pouco mais desta talentosíssima autora brasileira!

K Romances – Você sempre quis ser escritora? O que lhe incentivou a seguir este caminho?

Bruna - O engraçado é que eu sempre quis ser advogada, ao mesmo tempo, amava ler. Comecei a escrever ainda criança, versinhos que falavam de tudo o que eu queria e sentia. Acredito que a fascinação pela Literatura abriu caminho para a inspiração e acabou se tornando um projeto de vida.

K Romances – Você teve alguma dificuldade para entrar no mercado literário? Qual foi seu primeiro livro publicado?

Bruna - Como todos que iniciam, muitas dificuldades. Primeiro, a decepção, já que não conseguia ninguém disposto a avaliar meus originais. Enviei muitos livros que voltaram intactos e cheguei a receber cartas padronizadas recusando obras de outros autores. É o tipo de atenção que o novo autor recebe, aliás, “desatenção”. Também sei que há vários fatores envolvidos, como a enorme pilha de originais para análise, a maioria com péssimo conteúdo e baixa qualidade ortográfica. Enfim, não foi fácil optar pela publicação independente, os custos são altos e a insegurança, então, nem se fala.

Meu primeiro livro publicado foi “O menino que tecia sonhos” (CBJE, 2004).

K Romances – Quantos Livros você já escreveu? Fale um pouco da sua obra.

Bruna - O primeiro livro que escrevi foi “Além das Diferenças” aos 16 anos. É um romance rural, ainda não consegui concluir sua revisão. Depois dele, vieram outros (a maior parte ainda está nos arquivos digitais, dez na fila para publicação). Apenas sete foram publicados: O menino que tecia sonhos; Além das nuvens; Luz do sol; O vale da liberdade; Um outro olhar; Sem Destino e Centúrias.

K Romances – Qual são seus autores preferidos? Você se inspira em algum para criar seus livros?

Bruna - Alguns de meus autores preferidos são: Jane Austen, Shakespeare, Judith McNaught, Roberto Drummond, Guimarães Rosa, Jostein Gaarder, Leo Buscaglia e tantos outros. Não me inspiro em nenhum especificamente, mas acredito que formamos nosso acervo intelectual a partir de tudo que lemos e aprendemos.

K Romances – Você se inspira em alguém para criar seus personagens ou eles surgiram como fruto da sua imaginação?

Bruna - Minha inspiração está em tudo o que vejo, o que sinto, o que sou, as pessoas que fazem parte de minha vida, meus animais e o meio que me cerca. Muitos dos meus personagens possuem um jeito de ser de pessoas próximas. Mas é claro que imaginação e criatividade são fundamentais.

K Romances – Dentre todos os personagens que você criou, existe algum preferido? Com qual deles você se identifica mais?

Bruna - Eu me identifico mais com Alana, personagem do romance de época “A herança”.

K Romances – O Livro Centúrias tem uma temática sobrenatural, você gosta desta temática ou foi preciso algum tipo de pesquisa para escrevê-lo? Como foi que surgiu a idéia de criar esta linda história? O que lhe inspirou?

Bruna - Gosto de temática sobrenatural, mas “Centúrias” foi um presente da inspiração. Surpresa mesmo. Nunca imaginei que fosse escrever um livro de bruxas. Confesso que foi mágico escrever este romance. Senti uma energia boa, contagiante.

K Romances – Você tem algum novo projeto em vista? Fale um pouco sobre ele.

Bruna - Estou quase terminando um outro romance sobrenatural e concluindo o terceiro capítulo do segundo “Centúrias”.

K Romances – Eu costumo ler muitos livros de autores nacionais, então sempre que converso com alguém e indico um livro de um autor nacional sempre vem a mesma pergunta: “Este livro é bom mesmo?” E mesmo eu afirmando que sim, ainda ficam desconfiados! Devido a este preconceito, a vida de autor aqui no Brasil não é fácil, porque você acha que isso acontece?

Bruna - Como sempre digo, o leitor tem resistência ao que desconhece. Não é novidade que não somos um país de forte cultura literária. Além disso, o que vem de fora é mais valorizado. Até porque o mercado editorial de lá é completamente diferente do nosso. Abre mais oportunidades. Não é fácil ser escritor no Brasil e, para os iniciantes, é tarefa árdua, principalmente se você não possui recursos e não tem quem o indique. No caso de uma publicação independente de poucos exemplares, opção do novo autor na maioria dos casos, o livro não recebe divulgação, não é distribuído, fica entre os amigos, sendo que nem metade será realmente lido. Se não é lido, não forma opiniões, daí, como fazer com que seja conhecido, ou seja, alcance o público para o qual foi escrito?

K Romances – Hoje, no Brasil, existem muitos grandes talentos como você, que não tem oportunidade nem condições para publicar seus livros, qual o conselho que você dá a estas pessoas que estão em busca de um espaço no mercado literário?

Bruna - Se você acredita no que faz, tenha fé, seja persistente, criativo, recorra à publicação virtual. Claro, aconselho cuidado com a redação e uma ótima revisão; preservar seus direitos autorais também. Divulgue entre o público indicado para o seu gênero. Leia o livro dos colegas (eu, por exemplo, adoro quando algum autor troca seu livro pelo meu, é muito bom porque a gente valoriza quem está começando, divide opiniões, experiência). Não adianta esperar que uma editora chegue até você. Se não levar seu trabalho até o leitor, ficará sempre na dúvida. E nem sempre custear uma publicação, resolve o problema. Podemos gastar rios de dinheiro suado e nosso livro ficará escondido nas prateleiras de uma livraria qualquer, já que ninguém o conhece.  

K Romances – Atualmente muitos blogs sobre literatura estão divulgando obras nacionais, através de resenhas, campanhas, entrevistas e promovendo sorteios. O que você acha desta iniciativa? Cite alguns dos blogs que você acompanha e mais gosta.

Bruna - Acho a iniciativa maravilhosa. Uma contribuição de valor para a Literatura Nacional Contemporânea. Acompanho o Romance Gracinha, K Romances, Viaje na Leitura, Nossos Romances, Libros di Amore, Supreme Romance, Open Page, Amor, mistério e sangue, Um livro no chá das cinco, Letras de Sonho, Viagem Literária, Linda e Culta, 365 livros por ano, e muitos outros blogs super especiais (preciso parar, porque minha lista ficaria enorme).

K Romances – Agora para lhe encerrar esta nossa entrevista, vamos fazer uma rapidinha, tipo ping-pong para lhe conhecer melhor.

Estilo... Indefinido

Um Lugar... Mato

Amor... Tudo

Paixão... Literatura

Sorte... Existir

Sonho... Levar meus livros até os leitores

Inspiração... Natureza

Um Filme... E o vento levou

Uma Música... Para Elisa, Ludwig van Beethoven

Algo ruim... Indiferença

Saudade... De quem já perdi

Uma Palavra...

Uma Frase...

“Não há nada sob a vista do céu, que não se perca num limite restrito”. William Shakespeare.

Muito Obrigada Bruna por ter gentilmente nos cedido esta entrevista.

Parabéns pelo seu trabalho.

5 comentario:

Naniedias disse...

Uau! Adorei a entrevista. A Bruna tem razão, nós brasileiros temos como uma herança cultural a valorização do que é estrangeiro. E isso não é só na literatura não - e em tudo, valorizamos amigos gringos, gadgets gringos, chocolates gringos - tudo de fora.
Temos autores tão bons... é claro que não estou dizendo para deixarmos de ler o que vem de fora, só para dar uma maior valorizada no que nós temos!
Adorei a entrevista e fiquei ainda com mais vontade de ler Centúrias :)

Cherry' O ^^ disse...

Nossa, ótimo ler essa entrevista. Eu queria tanto me arriscar, escrever o que eu guardo dentro de mim. Acho que tenho que arriscar, como ela fez.

“Estou participando da Promoção eclipse”.

Aline Martins Alonso

juliana disse...

É interessante como muitas vezes descobrimos vocações por acasos da vida...de advogada a escritora, show!
Agora danou-se, quero ler mais ainda "Centurias" rrsrsrs

Juliana Soares
Juliana
caparro_juliana@yahoo.com.br

“Estou participando da Promoção eclipse”.

Ana Luiza disse...

Uma amiga de são paula me trouxe centúria, e super indico! ainda mais pra quem gosta dessa temática sobrenatual! é incrível!
louca pra ler outros livros dela!

Ana Luiza Tupiassú
“Estou participando da Promoção Sobrenatural no K Romances”.

Brechó das Meninas disse...

Gostei dela.
Nossa, também adorava ler desde criança.

Espero que ela faça muito sucesso e realize o sonho de levar seus livros às pessoas :)

Estou participando da Promoção Fazendo Meu Filme 1

 
K Romances | TNB
BlogBlogs.Com.Br